Quanta Pretensão!


No início a dúvida parece tão grande que quando ficamos sozinhos duvidamos da nossa própria sanidade.

Outras vezes a dúvida nos faz crer que somos enganadores.

E outras tantas, temos a certeza que isso não é para nós.

Muitas outras vezes queremos duvidar de tudo, temos a tentação de desejar não ter certeza de mais nada.

Calma meus amigos! A mediunidade acompanha o homem há tanto tempo, mas a lógica que ele mesmo criou parece haver  atrasado demais a intimidade que há entre as existências  nos dois planos.

O certo é que o  temor e a dúvida que carregamos quando ainda estamos iniciando é natural, muitas vezes reflete o comportamento cultural que recebemos em nossos lares, que recebemos nas igrejas, nos templos e que tanto tememos.

Meus amigos, sois agora aprendizes de um fenômeno muito natural, fazes parte de uma parcela reduzida e tão necessária ao intercambio entre as dimensões dos planos, afasta de ti qualquer dúvida ou temor.

Deixa chegar quem está vindo, deixa falar quem quer falar, deixa pintar quem quer pintar, ouve quem quer dizer, vê quem quer ser visto! Acha mesmo que tudo isso está dentro de ti?  Quanta pretensão! Quanta modesta mentirosa!

Deixa sair por ti o que precisa sair! Chama quem pode te ajudar! Se deixar mesmo vai acontecer, é o que esta esperando acontecer!

O caminho a seguir já foi mostrado a todos.

Continuem a estudar as lições necessárias  e praticar com o
coração em Jesus sempre!
                                                 Joaquim

Mensagem psicografada em reunião de Desenvolvimento Mediúnico no Centro Espírita A Caminho da Luz em 23/11/2013, pelo médium Jorge Freitas.

 

Copyright ® 2008 - http://www.movimentoespiritapiaui.com


  Site Map